terça-feira, 13 de Dezembro de 2011

Terrina de pernil fumado com mostarda e manjericão

Boas pessoal!

O amor pela cozinha nunca há-de morrer por estes lados e como estou constantemente a tentar cultivar-me em relação ao assunto, arrisquei fazer uma receita que vi no Masterchef Austrália que parece difícil mas é na verdade facílima.

Ingredientes:

  • 2 pernis de porco fumados
  • 20 tiras de presunto
  • 250g de manteiga amolecida
  • 3 c.sopa de mostarda antiga 
  • 1 mão cheia de folhas de manjericão
  • 1 1/2 alho-francês às rodelas
  • 4 cenouras às rodelas
Preparação:
Numa panela que leve aproximadamente 5 litros, colocar 4 litros de água a ferver. De seguida, colocar os dois pernis fumados, o alho-francês, a cenoura e dois raminhos de hortelã, se os tiver. Deixar cozinhar durante aproximadamente duas horas ou até a carne se estiver a soltar dos ossos.

Depois da carne atingir o seu ponto perfeito, é hora de a separar e desfiar. Toda a gordura, pele e ossos para fora.



Numa tijela, misturar a manteiga amolecida com a mostarda e misturar bem. De seguida, juntar a carne desfiada e as folhas de manjericão picadas.


Agora chega a altura de montar a terrina.

Forrar uma forma de bolo inglês com película aderente, deixando um bom bocado de sobra. De seguida, colocar fatias de presunto lado a lado como mostra a fotografia.


Encher a forma com a mistura e depois tapar com as fatias de presunto e encerrar com a película aderente.




Para tudo isto assentar, precisamos de selar com uma tábua de madeira ou uma placa de esferovite e colocar no frigorífico com um objecto muito pesado por cima.
Precisa de ficar no frigorífico durante duas horas e meia mas vale a pena a espera, o resultado é fantástico.



Fiquei mesmo orgulhosa do resultado :)

Mas para a próxima vez, terei de fazer umas melhorias porque esta terrina ficaria mais saborosa com mais pernil e menos manteiga. Por isso, para as quantidades que usei, devia ter usado uma forma de bolo inglês mais pequena ou para o tamanho que usei, devia ter cozido mais um pernil.

Um dia chego à excelência mas por enquanto vou dando estes pequenos "grandes" passos.

Enjoy!

domingo, 27 de Novembro de 2011

Queques de abóbora made healthy

Greetings everyone!!

Hoje trago-vos uns queques de abóbora, um legume de Inverno que adoro.

Sempre que vejo receitas, a minha mente magica maneiras de as tornar menos calóricas.Estes queques foram uma primeira tentativa. Saíram fofos e saborosos mas ainda não estou 100% satisfeita com a consistência. Ainda assim, estão saborosos.

Ingredientes:

  • 80g de adoçante em pó
  • 200g de abóbora ralada
  • 100g de passas
  • 200g de farinha com fermento
  • 3 ovos
  • canela,gengibre,erva-doce e noz-moscada a gosto
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
Preparação:

Numa tijela grande, juntar os ovos, o adoçante e a essência de baunilha. Quando a mistura estiver homogeneizada, juntar a abóbora e as passas.
Ir juntando a farinha à mistura, terminando com o bicarbonato de sódio.
De seguida, juntar as especiarias e dar mais uma mexidela.
Unte 12 forminhas de queques e divida a massa pelas mesmas.
Levar ao forno a 180º C por 25 minutos.



Calorias: 150Kcal

Nada mau para uma primeira tentativa!

terça-feira, 1 de Novembro de 2011

Bolo de abóbora com cobertura de canela

Cá em casa, sou a única pessoa a comer abóbora, que adoro mas todos me olham de lado quando faço as minhas invenções com este legume.

Mas não torceram o nariz com isto, muito pelo contrário, comeram-no todo ahahh vitória!


Esta é uma receita que vi num blog de culinária, do qual já não me recordo o nome (shame on me) mas chamou-me atenção por ter como ingrediente principal a abóbora. Na verdade, o bolo é quase todo feito com batota, porque usei uma daquelas misturas para bolo à venda no supermercado, basta juntar os ovos.

Ingredientes:

  • 1 caixa de mistura para pão-de-ló
  • 4 ovos
  • 1 caneca de puré de abóbora
  • 1 c.sopa de canela
  • 1/2 c.chá de gengibre em pó
  • 1 pitada de noz-moscada
  • 1 pitada de cravinho em pó
  • 1 pitada de mix de especiarias (opcional, usei uma que comprei numa loja marroquina)
  • 1 c.sopa de açúcar em pó
  • 5 c.sopa de leite
Preparação:

Para obter o puré de abóbora, basta cozer duas mãos cheias de abóbora em água sem sal. Depois de cozido, triturar com a varinha mágica. Super rápido.

Numa tijela, deitar a mistura para pão-de-ló, quatro ovos, uma colher de sopa de leite e as especiarias. Se forem malucas por especiarias como eu, façam misturas, é do melhor. 

Com a batedeira, mexer a massa até criar bolhinhas e deitar numa forma de bolo previamente untada e enfarinhada. Levar ao forno por aproximadamente 50 minutos.

Eu usei uma forma de bolo inglês mas este bolo é tão simples que podem usar uma forma de chaminé ou mesmo uma forma sem buraco.

Para fazer a cobertura, é só aquecer numa panelinha o leite, misturar o açúcar em pó e juntar canela a gosto.

Depois é deitar por cima do bolo e comer.


Uma notinha: Usei 4 ovos no bolo mas na verdade deveria ter usado apenas dois porque o puré de abóbora já providencia humidade suficiente ao bolo. Por causa disso, penso que o bolo não ficou tão perfeito em termos de textura, embora o sabor estivesse todo lá.

quinta-feira, 29 de Setembro de 2011

Abóbora-menina caramelizada com queijo de cabra

Estava há meses para fazer este prato e nunca mais o fazia porque ainda não me tinham saltado à vista as abóboras meninas. Mas certo dia, fui ao supermercado e havia uma caixa cheia delas e os meus olhos brilharam de antecipação.

Cheguei a casa, abri uma abóbora-menina ao meio, retirei as pevides, lavei-as e fiz cortes diagonais nas duas superfícies. Perguntam-se porquê: para que o tempero se entranhe na polpa.

Numa tijelinha à parte fiz o meu tempero especial, que de especial não tem nada, só pus os ingredientes que me apeteciam de momento: 2 c.sopa de azeite, 1c.chá de mel, 1 c.chá de manjericão seco, 1 c.chá de garam masala (mistura indiana de especiarias) e uma pitada de sal. Misturei tudo e esfreguei a mistura nas duas superfícies da abóbora.

Coloquei as duas metades num prato de forno com as superfícies voltadas para cima e foram a assar durante 40 minutos.

Quando a abóbora estava quase pronta, esfarelei queijo de cabra por cima e voltei a pôr no forno durante mais três minutos. O resultado foi este:

O doce da abóbora em complemento com o salgado do queijo ficou simplesmente divinal. Já se tornou um dos meus pratos favoritos.

sexta-feira, 26 de Agosto de 2011

Salada fresca

Hello hello!

Hoje trago-vos uma salada bem fresquinha que fiz com vários ingredientes que tenho sempre no frigorífico. O resultado foi um misto de sabores frescos, salgados e doces que combinaram na perfeição, além de ser uma salada muito bonita (modéstia à parte), porque quando como coisas agradáveis à vista, também me sabem melhor :)

Ingredientes:
  • Mistura de alfaces (frisada, chicória, raddichio)
  • Queijo feta cortado em cubos pequenos (28g)
  • Uma fatia de melancia fresca cortada em triângulos
  • 1 cenoura cortada em juliana
  • Meia courgette ralada em tiras compridas
  • 1 colher de sopa de cebola frita (comprada pronta na loja sueca do IKEA)
Para o molho vinagrete:
  • 1 c.chá de mostarda em grão
  • 2 c.chá de azeite
  • 2 c.chá de vinagre de sidra
  • 1 pitada de sal
  • 1 c. chá de orégãos secos
Preparação:

Na verdade, a prepação é muito simples, é só juntar os ingredientes todos. Para ralar a courgette para ficar com o aspecto da tagliatelle, basta fazê-lo com um descascador de cenouras ou batatas ao comprido e o resultado serão tiras muito finas.

Para terminar, basta acrescentar o vinagrete. Uma solução rápida para aqueles dias em que não apetece cozinhar mas ao mesmo tempo se tem o desejo de algo saboroso e diferente.


quarta-feira, 24 de Agosto de 2011

Cogumelos frescos salteados com cajú e coentros com guarnição de pimentos grelhados

Hey peepz!

Estou de volta ao blog world, grandemente arrependida de não andar a postar as receitas que por aqui ando a fazer. A cada dia que passa, mais uma pontinha de remorso.

Mas, falando de coisas mais felizes, receitas novas, comida, prazer...

Esta receita foi ideia da minha tia, não minha, e como nesta família somos cozinheiros por amor, ela partilhou logo comigo.

Adoro cogumelos, adoro cajú e adoro coentros. Os pimentos grelhados não fazem parte da receita, foram apenas a guarnição, para o prato ficar mais bonito, mas combinaram na perfeição :)

Ingredientes:
  • 200g de cogumelos frescos
  • 100g de cajú torrado com sal
  • 20g de coentros picados
  • 2 pimentos vermelhos
  • azeite q.b
  • uma pitada de sal
Preparação:

Numa frigideira antiaderente, colocar os 100g de cajú e torrar um bocadinho. Não é necessário adicionar qualquer gordura. Depois de tostadinhos, pôr de lado.

Na mesma frigideira, deitar uma colher de chá de azeite e juntar os cogumelos lavados cortados aos quartos com uma pitada de sal. Saltear até que toda a água dos cogumelos tenha evaporado.

Desligar o lume e juntar o cajú e os coentros picados.

Para grelhar os pimentos, lavá-los muito bem e pôr numa frigideira grelhador ao lume. Deixar grelhar bem dos dois lados e assim que a pele dos pimentos estiver bem queimada, retirar do lume e pôr num saco de plástico fechado e deixar repousar.

Volvidos 10 minutos, abrir o saco, retirar a pele queimada dos pimentos, lavá-los e cortá-los às tiras.

No prato grande, pôr as tiras de pimento à volta e deitar o salteado de cogumelos e cajú no meio.

Enjoy!

terça-feira, 26 de Julho de 2011

Hummus com pita chips

Pois é pessoal, tenho sido uma menina marota. Não publico mensagens há mais de um mês...é derivado de muito trabalho e depois falta de paciência no tempo que me resta.

Se bem que continuo a cozinhar, mas a fome é tanta que começo a comer e me esqueço de tirar fotografias. Tantos bons pratos que agora não vão ver a luz do dia :(

Mas irei compensar-vos já com esta receita de hummus e pita chips. Um molho um tanto ou quanto exótico mas super saudável. Fi-lo para as gravações do meu programa relacionado com a gastronomia internacional eheh

Ingredientes:
  • 1 lata de grão cozido + água
  • sal qb
  • pimenta qb
  • paprika qb
  • dois dentes de alho
  • sumo de 1/2 limão
  • 2 pães de pita (usei a versão alho e coentros do El Corte Inglés)
Preparação: 

Ligar o forno a 180º. Cortar os dois pães de pita em triângulos, com a ajuda de uma tesoura. Para isso, é só cortar o pão ao meio, depois as metades também ao meio. Levar ao forno durante 8 a 10 minutos até os triângulos estarem tostadinhos. Se usar pão de pita normal, tempere com azeite e sal antes de levar ao forno para conferir mais sabor.

Num liquidificador, juntar todos os outros ingredientes, tendo o cuidado para não usar a água toda do grão cozido. É suposto o hummus ficar com a consistência de uma pasta.

No final, servir numa tijela, temperar com um pouco de paprika e azeite e molhar as pitas chips neste molho delicioso.


Nota: Há um ingrediente em falta no meu hummus, que é tahini, uma pasta de sementes de sésamo. Todavia não deixei que isso me impedisse de fazer o molho, que ficou igualmente saboroso.

Calorias: Hummus (tijela) - 338 kcal
                2 pães de pita (80g) - 208 kcal